julho 17, 2013

Para uma história do turismo do Algarve

3.ª parte

O Algarve de início do século XX é uma região pouco turística, sobretudo, devido às escassas e difíceis acessibilidades, que tornavam a viagem bastante penosa, apenas uma estrada que atravessando a serra do Caldeirão, ligava ao Alentejo e resto do país, o mar mantinha-se como principal via de acesso.


Falava-se então numa tríade turística: Portimão – Monchique e Sagres. Monchique atraía muitos viajantes, quer pela sua exuberante vegetação, quer pelos seus banhos termais. Sagres pela sua carga mística e simbólica ligadas à figura do Infante e da Expansão. E Portimão, em particular, a Praia da Rocha, devido ao seu clima ameno ao longo de todo o ano, rivalizando com as famosas estâncias internacionais como Biarritz. 

P.S.B.