janeiro 05, 2017

Ligações



Em meados dos anos sessenta, a região [Algarve] foi contemplada com um aeroporto, o que iria trazer um benefício inquestionável, mas a par disso, inexplicavelmente, o desinteresse pela linha ferroviária tornou-a intransitável. (…) Até há pouco tempo, o Algarve permaneceu sem estradas capazes na ligação a Lisboa e a Espanha, e continuou sem infra-estruturas dignas, quando não mesmo inexistentes.


in: Contrato Sentimental, Lídia Jorge – Sextante Editora, 2009

janeiro 04, 2017

Para um amigo...


Para um amigo tenho sempre um relógio
esquecido em qualquer fundo de algibeira.
Mas esse relógio não marca o tempo inútil.
São restos de tabaco e de ternura rápida.
É um arco-íris de sombra, quente e trémulo.
É um copo de vinho com o meu sangue e o sol.




António Ramos Rosa, in "Viagem Através de uma Nebulosa"

novembro 22, 2016

Albufeira (Guia Turístico de 1940)

"Edificada em anfiteatro e cortada quási a pique sôbre o mar, que, no entanto, se afasta para deixar-lhe uma praia de lindo recorte. É êste o principal atractivo da terra, o que não quer dizer que Albufeira não seja também recomendável pelo curioso aspecto que apresenta em panorama com o irregular casario de imaculada brancura, e os seus verdejantes arredores em que a pitoresca Várzea da Orada ocupa um lugar primacial e pela riqueza hortícola da região que a circunda."