outubro 17, 2014

“Magusto dos Santos”

(...)
Outra data representativa da cultura e identidade monchiquense é o dia 1 de Novembro. É o dia do “Magusto dos Santos” (por se realizar no Dia de Todos os Santos) - Outros posts sobre o assunto.  Esta é uma celebração única de Monchique, em contexto regional, uma vez que apenas nesta serra se encontram castanheiros, espécie que não se encontra em qualquer outra parte do Algarve.
 

Em Marmelete reúnem-se centenas de pessoas que desfrutam da magnífica castanha assada de maneira tradicional, através dos magustos.

Este é o dia do Magusto e se hoje os castanheiros escasseiam nesta serra, a importância desta data remete-nos para tempos idos, em que a castanha aqui era um fruto comum, abundante e sobretudo muito nutritivo. Devido a essa abundância de castanhas, era costume os produtores, depois das colheitas, se juntarem entre familiares e amigos e, no dia 1 de Novembro, realizarem um magusto de castanhas.


Para além das castanhas, por vezes também se comem batatas, que são assadas numa cova cavada no solo e recoberta seguidamente com terra, sobre a qual se acende uma fogueira. Uma vez mais, a aguardente de medronho aparece no magusto como um complemento obrigatório.

(...)
P.S.B.