janeiro 09, 2015

Crónicas Algarvias de Manuel da Fonseca

“No Verão de 1968, Mário Neves, director adjunto de A Capital (então renascida a partir de uma cisão no Diário de Lisboa), convidou o escritor Manuel da Fonseca a ir ao Algarve e contar aos leitores os 16 dias que por lá andaria de viagem, de Vila Real de Santo António a Sagres.

"Feitas de arremessos de entrevistas, encontros com amigos, conversas ocasionais, recordações", as crónicas seriam publicadas de 1 a 16 de Agosto, sob o título genérico de O Desafio do Algarve. Dezoito anos mais tarde, quando a Caminho as recuperou e editou em livro - Crónicas Algarvias -, o autor antecedeu-as de um prefácio em que revelava a luta desigual que travara com a Censura, cujos cortes o obrigaram a "amenizar" certos passos, mesmo assim cortados de novo. As provas regressavam com as marcas do lápis azul riscando o texto (ou certas passagens) e o carimbo vermelho com a indicação "Serviços de Censura/Sede Autorizado com cortes"...

continua...