janeiro 19, 2015

Albufeira vista por Manuel da Fonseca

«Reentro na rua que sai do túnel da praia. Percorro uma espécie de feira. Há cestinhos de palma, alcofas, chapéus de palha, malinhas de mão, bijutarias. Deste último artigo a maior parte dos vendedores são estrangeiros, rapazes e raparigas.

Na avenida, lojas, o cinema. A esquina, num terraço de toldos, que dá sobre o jardim, um restaurante. Subo a escada de pedra, sento-me debaixo de um toldo.»



in: FONSECA, Manuel da, 1987, Crónicas Algarvias, Caminho, 2.ª Edição.